Na tarde desta terça-feira (03), o deputado Ismael Crispin (PSB) fez uso da tribuna na sessão ordinária para chamar atenção para ações em prol da educação, segurança pública e agricultura. “É uma grande alegria retornar aos trabalhos legislativos, depois do recesso parlamentar. Nesses dias que estive ausente da Assembleia Legislativa, aproveitei para percorrer os nossos municípios e volto para esta casa com muitas questões para serem resolvidas”, disse.

Segundo Ismael, Rondônia é um estado progressistas e que aumenta sua receita a cada dia. “Precisamos estar acordados para algumas situações que o Estado precisa trabalhar muito para dar condições ao povo rondoniense, entre eles a defesa da educação como serviço essencial, pois antes de falarmos em essencialidade, precisamos resolver a falta de escolas e de estradas, para que amanhã quando as aulas presenciais retornarem, eles possam ter de fato acesso a uma educação de verdade”, pontuou.

O deputado ressaltou também sua preocupação com o aumento da violência, entre elas a doméstica. “Tivemos muitos relatos de casos de violência nos mais diversos municípios e como presidente da Comissão de Segurança preciso buscar alternativas para conter esses avanços”, disse.

Em relação a agricultura, o parlamentar disse que muito se tem falado em relação ao agronegócio, que ele mantém o PIB em alta, mas estão esquecendo de dar suporte a agricultura familiar, o maior empregador do Estado e quem de fato dá sustentação ao Estado”, indagou Crispin.

Por fim, Ismael Crispin afirmou que como vice-líder do Governo de Rondônia e representante do povo rondoniense não pode ficar de braços cruzados. “Vamos conversas com as respectivas secretarias para tentar traçar caminhos para o Estado e buscar atenção para os segmentos que estão clamando pela nossa ajuda”, finalizou.

Produção: Mega Publicidade

Laila Moraess

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

¡Fazendo o bem  acontecer para você!

Se inscrever

© 2021, Deputado Ismael Crispin. Todos os direitos reservados.